Vai um conselho?

Acometida por uma camoeca resta-me ler os jornais on-line. Não me chateia muito, confesso.
O que me aborrece é não beber o café e ouvir as novidades fresquinhas do bairro, acompanhadas de um pão ainda quente com queijo. Adiante aqui, no silêncio, e sem pensar haver grandes matérias para sorrir, leio no Público que o primeiro-ministro espera que os portugueses façam um a boa gestão dos seus recursos e possam ir de férias. Atenção, o que me faz sorrir não é a impossibilidade de isso acontecer. Provavelmente muitos portugueses continuarão a ir de férias. Melhor, pior, irão, nem que para isso tenham de se descabelar.
O que me faz sorrir é esta capacidade do senhor primeiro-ministro para nos desarmar com os seus conselhos anti-crise. Há coisas que um homem de Estado, no estado em que está o Estado, não deve dizer, ou pelo menos não dizer assim, vá lá. Nós esperamos de si apenas que gira bem os recursos do país para que não tenhamos de continuar a ouvi-lo dizer essas coisas.

About these ads

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s