o peso do não dito

Falta sempre dizer tanta coisa… Ou se calhar não. Mas na hora de arrumar os livros, passar a página, mudar de assunto, o não dito pesa. Assunto arrumado, ponto final, mas faltou dizer que ele acha que Lisboa é a cidade mais bonita do mundo. Ou não sei se é ele quem diz, se é ficção. Mas ele escreveu isso e tratando-se de um escritor é o que interessa. O texto. Disse também que a Lello, no Porto, é a mais linda das livrarias. E eu não disse que ele disse. Falta sempre tempo, espaço, lembrança, oportunidade perdida numa forma que não se compadece com tanto conteúdo. Não terá ficado o melhor por dizer? Lá fica o não dito a pesar. Apesar de tudo o que foi dito. Maldigo deadlines tanto quanto preciso deles. O bom do não dito é que continua sempre a haver um motivo para voltar ao assunto, pretexto para mais escrita. É no texto como na vida. Ainda posso falar da Madeira em “A Viagem Vertical” e isso é um alívio. Abro um parêntesis para ir a México, entrar mais dentro de Barcelona, ir ao Farol de Cascais. E Nova Iorque, o que não foi dito! É hora de exclamar. Ponto final no texto, sem rodapés, a pensar no incompleto que tudo é. Inconformismo. Ter tudo no texto como ter tudo na vida parece a suprema ambição. Tudo o que vale a pena, emenda-se, para que fique claro que há a escolha, esquisitice. Mas e o que de bom ficou por dizer?! Nunca cabe. Nunca caberá. Reticências, pois, para esta sofreguidão de tudo querer ter e tudo querer dizer, com a escrita a imitar a vida, ou o contrário. No entanto… é só um texto e pode-se sempre ir dizendo, ou lendo. Voltar ao assunto. Aos livros, às frases, às emoções. O que tá dito tá dito, mas não arrumo os livros.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s